PodCast de Sermões Pr. Julio Ronqui - clique e ouça

quinta-feira, 29 de março de 2012

Estudo Bíblico - EBQ Apóstolo Tomé

Ontem, quarta-feira, 28/03/2012, tivemos mais um Estudo Bíblico - EBQ e contamos com a participação especial do Cantor Paulo Alves.
O Diacono Valdemar abriu o culto com a liturgia de Salmos 119:1-8, em seguida fez uma maravilhosa oração.
Logo depois o Cooperador João Lima, trouxe o estudo da noite, sobre o Apóstolo Tomé.

(Liturgia João 20: 24-29 Versão NTLH) Acontece que Tomé, um dos discípulos, que era chamado de “o Gêmeo”, não estava com eles quando Jesus chegou.
Então os outros discípulos disseram a Tomé: —Nós vimos o Senhor! Ele respondeu: —Se eu não vir o sinal dos pregos nas mãos dele, e não tocar ali com o meu dedo, e também se não puser a minha mão no lado dele, não vou crer!
Uma semana depois, os discípulos de Jesus estavam outra vez reunidos ali com as portas trancadas, e Tomé estava com eles. Jesus chegou, ficou no meio deles e disse: —Que a paz esteja com vocês!
Em seguida disse a Tomé: —Veja as minhas mãos e ponha o seu dedo nelas. Estenda a mão e ponha no meu lado. Pare de duvidar e creia!
Então Tomé exclamou: —Meu Senhor e meu Deus!
—Você creu porque me viu? —disse Jesus. —Felizes são os que não viram, mas assim mesmo creram!



Tomé (ou Tomás), deriva da palavra aramaico para “gêmeo” (grego “Dídimo”), vindo do aramaico Tau'ma, e posteriormente traduzida para o grego Didymus.
No Novo Testamento Tomé era um dos doze apóstolos de Jesus, era conhecido por seu ceticismo. Embora dedicado ao seu Mestre até disposto a se arriscar por ele, Tomé não entendeu as palavras de Jesus sobre sua morte iminente e só acreditou na ressurreição dele quando viu.
Em Mateus, Marcos e Lucas a única vez em que é mencionado pelo nome é na lista como os nomes dos dozes discípulos. Em cada passagem faz par com Mateus, talvez para refletir a prática de Jesus de enviar os discípulos de dois em dois. Em sua única aparição em atos, Tomé faz par com Filipe.
No evangelho de João, Tomé aparece com um pouco mais de freqüência, no capítulo 11.16, impulsivamente exortou seus companheiros a ir todos para Jerusalém com Jesus, a fim de morrer junto com o Messias.
No capítulo 14.5, demonstrou estar confuso, quando perguntou a Jesus sobre o caminho que conduz ao Pai. No capítulo 21.2, Tomé era simplesmente um membro do grupo de pescadores.
A única passagem de relevância teológica, que valeu a Tomé o rótulo de “incrédulo”, encontra-se no capítulo 20.24-28. Por estar presente nas aparições anteriores do Cristo ressurreto. Tomé recusou-se a acreditar até que pudesse ver e tocar em Jesus.
Quando teve oportunidade de fazer isso, reconheceu a divindade de Cristo com as impressionantes palavras (principalmente para um judeu monoteísta): “Senhor meu e Deus meu!”.
O testemunho de Tomé é uma das mais fortes evidências sobre ressurreição de Cristo, mas João preocupou-se em enfatizar a resposta de Jesus: “Porque me viste, creste. Bem- aventurados os que não viram, e creram”.
Tomé, então, entrou para a história como aquele que queria ver para crer. No momento, Jesus não o rejeitou, pelo contrário, convidou-o a crer, e aproveitou a oportunidade para falar sobre aqueles que, no futuro, creriam sem terem visto Jesus pessoalmente.
Há várias hipóteses históricas sobre o ministério de Tomé; uma, provavelmente verdadeira, é que fundou igrejas na Índia. Pelo menos três escritos apócrifos são atribuídos a ele, mas nada fora comprovado ainda.
Também de acordo com a tradição, Tomé foi morto em Mylapore, na Índia, por lanças de quatro soldados. De acordo com a tradição, seu martírio se deu por ordem do rei de Milapura, na cidade indiana de Madras, no ano 53 d.C.

Não é preciso ver para crer como Tomé, mas que através da fé, você possa ter e ver aquilo que aos seus olhos humanos não vê.

Confira as fotos:


Grupo de Louvor


Cantor Paulo Alves


Cooperador João Lima


Diaconisa Vera, momento de oração
e intercessão pelos pedidos 
de oração

Testemunho & Benção

Diacono Valdemar, contou com alegria em seu coração, o livramento que o Espírito Santo de Deus deu.
Ele disse, que estava sentindo dores no abdomem, foi então, que realizou alguns exames, no qual não deu nada pra honra e glória do Senhor.
Ele estava muito agradecido a Deus, por confiar e ter fé em Jesus.
Glória a Deus!





Fotos: Diaconisa Débora Regina R. de Jesus

"Você tem consultado a Deus?"

Domingo, 25/03/2012, tivemos mais um culto poderoso, abençoado e de vitória.
Pra. Suze Cristina abriu o culto com a liturgia de Romanos 11:33-35, e fez uma poderosa oração.
Em seguida o Pr. Júlio César trouxe o sermão da noite, muito abençoado com o tema:

"Você tem consultado a Deus?"
Davi, um exemplo de coragem.

(Liturgia Deuteronômio 4:6 Versão NTLH) Portanto, obedeçam fielmente a todas essas leis, e assim os outros povos verão que vocês são sábios e inteligentes. Quando ouvirem falar dessas leis, eles dirão: “Como é sábio e inteligente o povo dessa grande nação! ”
Ser sábio e inteligente, é o que o Senhor Jesus quer de todos e que sejam fiéis a suas leis.


(Liturgia I Samuel 30:3-4 Versão NTLH) Quando Davi e os seus homens chegaram, viram que a cidade tinha sido queimada e que as suas mulheres, os seus filhos e as suas filhas haviam sido levados embora.
Então Davi e os seus homens começaram a chorar e choraram até ficarem sem forças.

Davi, um jovem da tribo de Judá, que destacou-se por seu espírito valente, coração quebrantado diante de Deus e coragem diante da dificuldade. O homem segundo o coração de Deus, não por ser perfeito. Não o era. Mas por ser aquele a quem Deus escolheu para reinar sobre todo o Israel.
O jovem que foi ungido três vezes. A primeira vez quando cuidava das ovelhas de seu pai. A segunda quando iniciou reinando sobre Judá, e a terceira quando foi empossado rei sobre todo o Israel.
Um homem que deixou grandes lições sobre: Fidelidade, Modéstia, Paciência, Coragem, Excelência e Confiança.
Um homem que foi capaz de perdoar seu maior perseguidor, o rei Saul. Na verdade, Davi foi um homem que chorou por causa da morte daquele a quem amava, e que ao mesmo tempo lhe perseguia, Saul.
Homem que sabia arrepender-se com todo o coração, e como ninguém em sua época tinha a plena consciência e conhecimento do perdão de Deus.
Um homem que venceu muitos inimigos, inclusive filhos rebeldes.
Um homem que buscou reconstruir a amada Jerusalém, e desejou em seu coração construir um templo à Deus.


Podemos aprender com Davi 6 coisas importantes:

1- tem momento na nossa vida, que até os valentes e os guerreiros se abalam;
2- é justamente no momento das dificuldades, que se levanta os enviados do diabo, para te derrubar, mais ainda, fazendo com você perca o foco em Deus;
3- consultar a Deus, orar e buscar a resposta no Senhor, saiba que Deus não opera na dúvida, Ele coloca a certeza no seu coração;
4- quando Deus fala com você, acredite, pois o Senhor estará com você;
5- quando Deus fala com você, esse é o momento e oportunidade das pessoas ao seu redor verem e serem convencidas, de que o Deus que você serve é poderoso pra fazer o impossível acontecer, e se você não consegue motivar as pessoas ao seu redor, como é que Deus pode fazer algo por você e na tua vida?, seja exemplo!;
6- saia em direção do seu sonho, chega de ficar esperando, se Deus já disse pra ir, então vá. Levante e coloque em prática aquilo que Deus já te mostrou.

Seja como Davi, um homem segundo o coração de Deus.

Ouça nosso PodCast em mp3:




Confira as fotos:



Igreja em oração


Aniversariantes do mês de fevereiro
e março. Parabéns a todos!


Testemunho & Benção

O irmão Marcos nos contou o que Deus fez na vida dele essa semana que passou.
Ele disse que, houve um problema na empresa da qual possui, e que no primeiro momento ele queria agir, foi então, que Deus acalmou seu coração, e o Senhor agiu por ele.
O irmão Marcos estava muito agradecido, por saber esperar e confiar no Senhor.
Glória a Deus!








Fotos: Diaconisa Débora Regina R. de Jesus

quinta-feira, 22 de março de 2012

Estudo Bíblico - EBQ Apóstolo Filipe

Ontem, quarta-feira, 21/03/2012, tivemos mais um Estudo Bíblico - EBQ.
Cooperador João Lima abriu a reunião com a liturgia Efésios 5:11-14, e fez uma oração abençoada.
O Pr. Júlio César trouxe o estudo da noite, sobre a vida do Apóstolo Filipe.

Filipe, (feminino de Filipa) é um prenome da anomástica língua portuguesa. Súa origem é o prenome grego Φίλιππος [Fílipos], latinizado em Philippus, composto de φιλέω [filéo], "querer, amar com afeto de amizade", e
ἵππος [híppos], "cavalo", ou seja, "Filipe" significa "o que ama os cavalos".
Quatro diferentes pessoas são conhecidas por esse nome no Novo Testamento, mas é importante fazer uma distinção entre Filipe, um dos doze Apóstolo, e o diácono muitas vezes chamado de evangelista.
Filipe o Apóstolo mencionado nos evangelhos e em Atos, pouco se sabe sobre ele, além do que está escrito no evangelho de João.
Era da mesma cidade de Pedro e André, ou seja, em Betsaida, na Galiléia (Jo 1.44), onde a localidade era dedicada a pesca.
Existe certa discussão sobre sua localização exata. Filipe, o tetrarca, aproximadamente 30 anos antes reconstruíra essa cidade e a chamou de "Júlias", em homenagem à filha do imperador romano. A associação que a localidade tinha como o tetrarca talvez explique o nome do apóstolo: os pais com certeza colocaram o nome de Filipe em homenagem ao governante.
De acordo com o evangelho de João, provavelmente Filipe foi o quarto apóstolo a ser escolhido por Jesus (Jo 1.43). Nas listas dos evangelhos sinóticos ele sempre aparece em quinto lugar, talvez porque os dois irmãos Tiago e João eram sempre mencionados juntos.

Fica claro sua resposta imediata à ordem de Cristo "segue-me" que ele rapidamente creu ser Jesus o cumprimento do que Moisés escrevera no Antigo Testamento. Seu entusiasmo fica evidente pela maneira como apresentou Natanael ao Filho de Deus (Jo 1.46).


Três pontos são dignos de menção aqui:
Primeiro, Filipe, assim como Pedro e André, é um bom exemplo daquelas pessoas que "receberam" a Jesus rápida e entusiasticamente, numa época em que a maioriados "seus não receberam" (Jo 1.11);

Segundo, embora existiam indicações de que ele era tímido e fraco na fé, imediatamente testemunhou de Jesus, quando falou sobre Ele a Natanael;
Terceiro, o conteúdo desse testemunho torna-se evidente quando Filipe testemunhou não somente sobre um homem surpreendente, mas sobre o que estava escrito na Lei de Moisés a respeito de Jesus. Talvez Filipe pensasse em Cristo como "o profeta" (Dt 18.19 um versículo a qual João faz alusão Jo 1.21), ele cria que as Escrituras se cumpriam, um ponto que João estava determinado a estabelecer em todo seu evangelho.


Jesus voltou-se para ele para testá-lo, para perguntar-lhe onde comprariam pão para alimentar 5.000 pessoas (Jo 6.5-6), não sabemos se Cristo estava testando a fé de Filipe ou se ele era a pessoa mais indicada para responder a tal pergunta, por conhecer aquela região do grande "mar da Galiléia".
Jesus, então lançou o desafio, embora já tivesse seus próprios planos de operar um milagre, Filipe não teve fé e tampouco o entendimento para imaginar qualquer solução que não custasse uma fortuna em dinheiro para alimentar aquela multidão.
Essa falta de compreenssão também foi vista nos outros discípulos, em várias ocasiões; ficou patente em Filipe (Jo 14.8), quando pediu a Jesus que lhe "mostrasse o Pai". A resposta de Cristo teve um tom triste.
Filipe e os outros estiveram com Jesus por muito tempo e viram-no em ação e ouviram seus ensinos, mesmo assim não perceberam que ao contemplar viam o próprio Pai. Cristo lhe perguntou como lhe fazia tal pergunta depois de tanto tempo em sua presença.
A resposta era que Filipe e seus companheiros ainda não tinham seus olhos espirituais abertos adequadamente para entender essas coisas. Essa era uam tarefa do Espírito Santo.(Jo 14. 25-26)
Ao relatar incidentes como este aos seus leitores, João demonstrava a profundidade dos ensinos de Jesus e destacava sua importancia. A unidade de Pai e Filho estava firmemente estabelecida na resposta dada por Cristo à pergunta de Filipe.
Em João 12.21,22, alguns gregos aproxiamaram-se de Filipe e solicitaram uma audiencia com Jesus, esses homens eram significativos nesse pponto do evangelho, pois indicaram que havia outras pessoas interessadas em Jesus.
Antes que isso acontecesse, Jesus já teria morrido, portanto foi apropriado que em João 12.23 a resposta de Cristo apontasse para adiante, para sua própria morte e ressurreição.
Não está claro que Filipe promoveu o encontro dos gregos com Jesus.
A ultima menção de seu nome é em Atos 1.13, entre os discípulos reunidos no Cenáculo.
A respeito da sua morte sabemos pouco. Alguns dizem que morreu em Hierápolis, (Anatólia Ocidental,chamada Turquia), também crucificado ou enforcado, mas outras tradições afirmam que foi por causas naturais.



Vamos ser como Filipe, responder a Cristo de imediato e ter entusiasmo para fazer a obra e as coisas para Cristo.



Ouça o Estudo em mp3 pelo PodCast da Caape:

Confira as fotos




Grupo de Louvor da CAAPE


Cooperadora Silmara Lessa
Felix orando pelo
Livro de Pedidos de oração

Fotos: Diaconisa Débora Regina R. de Jesus

segunda-feira, 19 de março de 2012

Você sabe vencer as barreiras e dificuldades?

Ontem, domingo, 18/03/12, tivemos mais uma reunião abençoadíssima, Aleluia!

O irmão Luiz Fernando abriu a reunião lendo em Hebreus 4:3 , a respeito do descanso! Que bênção, veio ao encontro do tema central da pregação da noite.

Depois o Grupo de Coral se apresentou, numa interpretação excelente. Logo em seguida o Grupo de Louvor da Caape entoou dois canticos maravilhosos! Foi tudo uma bênção!

Dada a Palavra ao Pr. Júlio César, este nos trouxe o sermão.

Tema: Você sabe vencer as barreiras?

Como você lida com seus sentimentos?

Liturgia:

(Filipenses 4:12-13 NTLH) Sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que é preciso. Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação, quer esteja alimentado ou com fome, quer tenha muito ou tenha pouco. Com a força que Cristo me dá, posso enfrentar qualquer situação.

ARA - Flp 4:12-13 Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de fome; assim de abundância como de escassez; tudo posso naquele que me fortalece.

O texto principal da liturgia foi um breve intróito daquilo que Deus falaria conosco a noite toda. Cansaço, desanimo, sem forças, humilhado, abatido, são esses os significados da palavra em grego:

tapeinoō = necessitado = abatido = humilhado = aviltado = degradado

tap-i-no'-o

Segundo o dicionário Strong (inglês): From G5011; to depress; figuratively to humiliate (in condition or heart): - abase, bring low, humble (self)

O CRENTE FICA CANSADO?

(Filipenses 3:20-21 NTLH) Mas nós somos cidadãos do céu e estamos esperando ansiosamente o nosso Salvador, o Senhor Jesus Cristo, que virá de lá. Ele transformará o nosso corpo fraco e mortal e fará com que fique igual ao seu próprio corpo glorioso, usando para isso o mesmo poder que ele tem para dominar todas as coisas.

ARA - Flp 3:20-21 Pois a nossa pátria está nos céus, de onde também aguardamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, o qual transformará o nosso corpo de humilhação, para ser igual ao corpo da sua glória, segundo a eficácia do poder que ele tem de até subordinar a si todas as coisas.

O Apóstolo Paulo novamente fala a palavra "tapeinosis" (em grego) que é o radical de "tapeino", veja abaixo:

ταπείνωσις tapeinōsis tap-i'-no-sis

Dicionário Strong (Inglês) From G5013; depression (in rank or feeling): - humiliation, be made low, low estate, vile.


De acordo com o Dicionário Strong, significa depressão (sentimento), humilhação, estar pra baixo. São palavras fortíssimas na vida do cristão.

Muitos acreditam que o "cristão seja um super-herói", que nunca está abatido, que nunca fica cansado, que nunca desanima!!!

Mas isso não é verdade. O cristão é um ser humano, de carne e osso!!


JESUS FICOU CANSADO?

(João 4:3-6 NTLH) Quando Jesus ficou sabendo disso, saiu da Judéia e voltou para a Galiléia. No caminho, ele tinha de passar pela região da Samaria. Ele chegou a uma cidade da Samaria, chamada Sicar, que ficava perto das terras que Jacó tinha dado ao seu filho José. Ali ficava o poço de Jacó. Era mais ou menos meio-dia quando Jesus, cansado da viagem, sentou-se perto do poço.

ARA - João 4:3-6 deixou a Judéia, retirando-se outra vez para a Galiléia. E era-lhe necessário atravessar a província de Samaria. Chegou, pois, a uma cidade samaritana, chamada Sicar, perto das terras que Jacó dera a seu filho José. Estava ali a fonte de Jacó. Cansado da viagem, assentara-se Jesus junto à fonte, por volta da hora sexta.


Vejamos a situação em que Jesus se encontra nessa perícope: Jesus estava "cansado"!

Se o próprio Mestre Jesus, o Todo Poderoso, Nosso Senhor se cansou, por que nós não havíamos de ficar cansados também na caminhada?


Apenas de curiosidade, para você ter uma idéia, a distância aproximada entre Judéia (Judá ou Jerusalém) até Galiléia era cerca de 140km.

De Jerusalém até o Poço de Jacó cerca de 56 km


Jesus ficou fadigado com a longa caminhada, debaixo de um sol escaldante!


DEUS RENOVA A NOSSA FORÇA!!!!

(Isaías 40:28-29 NTLH) Será que vocês não sabem? Será que nunca ouviram falar disso? O SENHOR é o Deus Eterno, ele criou o mundo inteiro. Ele não se cansa, não fica fatigado; ninguém pode medir a sua sabedoria. Aos cansados ele dá novas forças e enche de energia os fracos.

ARA - Isaías 40:28-29 Não sabes, não ouviste que o eterno Deus, o SENHOR, o Criador dos fins da terra, nem se cansa, nem se fatiga? Não se pode esquadrinhar o seu entendimento. Faz forte ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor.

Aleluia! Deus renova as nossas forças! Oh, Glória Deus!

Isaías nos conta que Deus além de não se cansar, renova as forças dos que estão sem qualquer vigor! Isto quer dizer, Ele nos enche de energia, de Poder.

O Pr. Júlio falou mais uma vez sobre a palavra "força, poder" no grego "coinê" que se escreve do radical "dinamo".

Hoje sabemos que o dínamo é um instrumento usado na física e ciência, que ao ser movimentado produz ENERGIA!

Você sabe o que isso significa, o mesmo princípio aplicado nas hidroelétricas (os enormes motores que produzem energia com a força das águas, possuem o mesmo princípio do dínamo), assim, as águas de Deus devem correr na vida do cristão. Aleluia.

Se você ficar parado, não terá forças!

Se você só ficar em sua casa, não terá forças!

Se você não orar, não terá forças!

Se você não clamar, não terá forças!

É preciso MOVIMENTO, para que Deus renove suas forças!

Aprenda isso, venha para a Igreja, quando você está mais cansado.

Venha para a Igreja, quando você está mais desanimado! Pois a certeza que temos é que o Nosso Senhor Jesus irá renovar as suas energias. Aleluia.

Assim, você poderá lutar e vencer suas dificuldades e barreiras.

Lidar com seus sentimentos.

Ouça em mp3 o sermão pelo PodCast:



Confiras a fotos:


Irmão Luiz Fernando que abriu a reunião.

Grupo de Louvor da Caape

Grupo de Coral da Caape - Assista ao vídeo do Grupo no Plug Vida (clique aqui)

Confira os testemunhos da noite:

A irmã Ana contou emocionada que estava orando pela vida de seu filho, que apesar de ter sido criado nos caminhos do Senhor Jesus, estava se desviando da Igreja. Ela contou emocionada que colocou seu filho em oração e entregou nas mãos de Jesus.

O milagre veio em sequência, Aleluia! Ela disse que seu filho está voltando para a Igreja e que agora liga todos os dias para conversar com ela. Jesus é fiel e cuida de nossa família.



A irmã Neusa deu o testemunho emocionando de seu sogro. Ela disse que semana passada ele foi parar na UTI em virtude de um infarto. Ela contou que ele correu perigo de morte e que por causa das orações da Igreja, seu sogro conseguiu restabelecer sua saúde. Aleluia.

Ela também disse que os médicos chegaram a falar da possibilidade dele não suportar os procedimentos de cateterismo e angioplastia, mas para honra e glória do nome de Jesus, seu sogro passa bem e já teve alta médica. Deus é fiel. Aleluia!


fotos: Diaconisa Débora Regina

quinta-feira, 15 de março de 2012

Estudo Bíblico - EBQ Apóstolo Tiago (menor)

Ontem, Quarta-feira, 14/03/2012, tivemos mais um Estudo Bíblico - EBQ, abençoado, contamos com a participação especial da Cantora Juliana Stephane e a Pra. Glaucia Amorim. A Pra. Suze Cristina, fez a abertura da reunião com a litrugia Salmos 62:5-9, em seguida fez uma linda oração.
Logo após, a Cooperadora Silmara Lessa Félix, trouxe o estudo da noite sobre o Apóstolo Tiago (Menor).


 São Tiago, filho de Alfeu (Ἰάκωβος, Jacobos em grego antigo), significa “O que Suplantou”, ou seja, “Vencedor”, foi um dos Doze Apóstolos de Jesus Cristo. Ele é geralmente identificado com Santiago Menor e é geralmente conhecido por este nome na tradição da igreja
Tiago, o filho de Alfeu, é raramente mencionado no Novo Testamento, mas é às vezes também identificado com Tiago, o Justo, um importante líder da Igreja antiga. Ele é claramente distinto de Tiago, filho de Zebedeu, outro dos Doze
Distingue-se do primeiro Tiago ou pela identidade de seus irmãos ou a dos seus pais. O primeiro Tiago era irmão de João e filho de Zebedeu. Tiago, o menor, era irmão de José, Simão e Judas (não o Iscariotes) e o nome de seu pai era Alfeu. Seu pai também era chamado Cléopas e era um dos discípulos com quem Jesus andou no caminho a Emaús (Lucas 24:13-18).
A mãe de Tiago, Maria, era provavelmente o outro discípulo com quem Jesus andou no caminho a Emaús, uma vez que estava presente na crucificação (Marcos 15:40). Parecia improvável que Cléopas a deixaria em Jerusalém e iria para casa sozinho. (Compare Marcos 15:40 e João 19:25)
De acordo com a tradição, esse Tiago seria primo do Senhor Jesus. Referem-se a ele como irmão de Jesus (Gálatas 1:19, Marcos 6:3 e Mateus 13:55). A justificativa usada pela tradição católica está no fato de que era comum primos serem chamados de irmãos em seus dias e, suas mães seriam diferentes (João 19:25).
Suas mães eram irmãs (João 19:25) ou provavelmente meias-irmãs visto que o nome de ambas era Maria. Tinham também pais diferentes. Jesus era considerado filho de José o carpinteiro, enquanto que Tiago era filho de Alfeu.
Para a tradição católica, Tiago, o menor, teria sido o autor do livro de Tiago, Livro este muito prático que ensina constantemente que os homens devem praticar o que pregam e que uma profissão de fé que não é acompanhada de boas obras é uma falsa profissão.
De acordo com a tradição católica, alegam a sua autoria, pois Tiago irmão de João e filho de Zebedeu, teria sido martirizado antes do livro de Tiago ter sido escrito (Atos 12:1).
Entretanto, segundo alguns doutrinadores protestantes, o Livro de Tiago teria sim sido escrito pelo próprio irmão (de sangue) de Jesus, porém, esse é um fato controverso e não comprovado até os dias de hoje.
Tiago, o menor, tinha um irmão que era um Apóstolo, seu nome era Judas (não Judas Iscariotes)


(Liturgia: Mateus 11:12 Versão NTLH) Desde os dias em que João anunciava a sua mensagem, até hoje, o Reino do Céu tem sido atacado com violência, e as pessoas violentas tentam conquistá-lo.
(Liturgia: II Timoteo 3:12 Versão NTLH) Todos os que querem viver a vida cristã unidos com Cristo Jesus serão perseguidos.


Servir a Jesus naquele tempo, era motivo de chacota, perseguição.
Hoje somos  livres pra adorarmos ao Senhor, exaltarmos o nome de Deus, apesar de ainda ter perseguições, mesmo assim conseguimos falar e ouvir sobre Deus.

Ser fiel a Jesus, ser justo, ser honesto, como aprendemos com o Apóstolo Tiago (menor), é um dos motivos pelos quais, que muitos são perseguidos, por tentarem levar uma vida reta, vivendo na palavra do Senhor.
Mas Deus, com sua bondade, faz com que cada perseguição que passamos, nos faz mais fortes, e sábios para lidarmos com as perseguições.


É preciso ter fé e confiança no Senhor!


Não deixe de ser dedicado a obra do Senhor!


Confira as fotos:





Grupo de Louvor da CAAPE
com a participação especial
Cantora Juliana Stephane


Cantora Juliana Stephane


Pra. Suze Cristina


Cooperadora Silmara Lessa,
Pra. Suze Cristina e
Pra. Glaucia Amorim

Testemunho & Benção

Pra. Glaucia Amorim, contou agradecida a Deus, pela cura que recebeu.
Ela disse que havia sido diagnosticado um problema no seu útero, e com muita orou, pedindo ao Espírito Santo de Deus que a curasse de qualquer enfermidade.
Refez o exame e para a Glória do Senhor, não tinha mais nada.
Deus é fiel!







Fotos: Diaconisa Débora Regina R. de Jesus

segunda-feira, 12 de março de 2012

Missionária Silvia Boni

Ontem, domingo, 11/03/12, tivemos mais uma reunião e Santa Ceia do Senhor abençoada.
E contamos com a presença especial da Missionária Silvia Boni.
O Pr. Júlio César abriu o culto com a liturgia de Hebreus 11:1e2, e fez uma bela oração em busca do Espírito Santo de Deus.
Em seguida a Missionária Silvia trouxe a palavra da noite, contou seu testemunho de vida e um pouco de sua missão nos países que mais precisam de ajuda, como Bulgária, Romênia, Itália e África.

(Liturgia: Atos 2:42-47 Versão NTLH) E todos continuavam firmes, seguindo os ensinamentos dos apóstolos, vivendo em amor cristão, partindo o pão juntos e fazendo orações.
Os apóstolos faziam muitos milagres e maravilhas, e por isso todas as pessoas estavam cheias de temor.
Todos os que criam estavam juntos e unidos e repartiam uns com os outros o que tinham.
Vendiam as suas propriedades e outras coisas e dividiam o dinheiro com todos, de acordo com a necessidade de cada um.
Todos os dias, unidos, se reuniam no pátio do Templo. E nas suas casas partiam o pão e participavam das refeições com alegria e humildade.
Louvavam a Deus por tudo e eram estimados por todos. E cada dia o Senhor juntava ao grupo as pessoas que iam sendo salvas.

A Igreja do Senhor se retrata por ser uma comunidade de fé que tem como objetivo maior, expressar o amor de Jesus onde quer que ela esteja. A Igreja não é o prédio onde nos reunimos para os cultos semanais. Ali é apenas um lugar de oração e de celebração a Deus, onde a Igreja se reúne como corpo de Cristo.Ou seja, nós somos o templo de Deus, nós somos a Igreja do Senhor!
A Igreja primitiva retratada no livro de Atos, nos mostra cristãos que se reuniam em casas para crescerem na fé, na comunhão, no partir do pão, orando e ajudando-se mutuamente, estudando a Palavra.
Ninguém ficava esquecido, ninguém padecia necessidades, pois a Igreja vivia realmente o amor pregado por Jesus.
Deus tem nos chamado para vivermos o tempo da Igreja primitiva, Deus não formou a Igreja para viver presa as quatro paredes do templo.Nossa missão é fazer com que o evangelho chegue em toda a Terra.


(Liturgia: Marcos 12:28-31 Versão NTLH) Um mestre da Lei que estava ali ouviu a discussão. Viu que Jesus tinha dado uma boa resposta e por isso perguntou: —Qual é o mais importante de todos os mandamentos da Lei?
Jesus respondeu: —É este: “Escute, povo de Israel! O Senhor, nosso Deus, é o único Senhor.

Ame o Senhor, seu Deus, com todo o coração, com toda a alma, com toda a mente e com todas as forças.
E o segundo mais importante é este: “Ame os outros como você ama a você mesmo. ” Não existe outro mandamento mais importante do que esses dois.

Jesus nos ensina a amar o nosso próximo como amamos a nós mesmo.E quantas vezes nós esquecemos do irmão que está ao nosso lado?
Estamos acomodados com a vida que levamos, a ponto de deixarmos de olhar para os lados e vermos o que está acontecendo ao nosso redor.
Existem pesssoas, seres humanos, que precisam de uma atenção, de uma palavra de conforto, de um alimento espiritual, de comida, de carinho, de amor, de uma roupa, um cobertor quentinho, e nós muitas vezes fechamos os olhos para essas pessoas.
È preciso abrir os nossos olhos, Deus nos fez para amar ao nosso próximo, Ele deixou a palavra Dele para que todos pudessem ouvi-la.
Isso depende de mim e de você, ajude aquele que precisa!
Não fique acomodado e nem conformado, com a situação do seu próximo, faça algo para mudar a vida daquele que está ao seu redor.

Cuida da obra de Deus que Ele vai cuidar dos seus.

Ouça em mp3 a reunião no nosso PodCast:




Confira as fotos:




Grupo de Louvorda CAAPE


Igreja em Oração


Igreja em Oração


Homenagem a Missionária Silvia Boni


Pra. Suze Cristina, Missionária Silvia Boni e
Pr. Júlio César


Momento da Santa Ceia
Pr. Júlio César em oração


Pr. Júlio César e Pra. Suze Cristina
em oração

Fotos: Diaconisa Débora Regina R. de Jesus

segunda-feira, 5 de março de 2012

Quais tem sido seus frutos?

Ontem, Domingo, 04/03/2012, tivemos mais um culto muito abençoado.

A Pra. Suze Cristina abriu a reunião com a liturgia de I Crônicas 16:28-34 e fez uma oração maravilhosa.

Em seguida o Pr. Júlio César trouxe o sermão com o tema:

Quais tem sido seus frutos?

"...veja o exemplo da figueira seca!..."

(Liturgia Hebreus 12:11 Versão NTLH) Quando somos corrigidos, isso no momento nos parece motivo de tristeza e não de alegria. Porém, mais tarde, os que foram corrigidos recebem como recompensa uma vida correta e de paz.


Niguém gosta de ser corrigido por alguma coisa que fez de errado. Porém, essa correção faz com que as pessoas aprendam e cresçam com os erros, ainda mais, vindo da parte de Deus.

(Liturgia Mateus 21:18-22 Versão NTLH) No dia seguinte, quando estava voltando para a cidade, Jesus teve fome. Ele viu uma figueira na beira da estrada e foi até lá, mas não encontrou nada; só folhas. Aí disse para a figueira: —Nunca mais dê figos! E na mesma hora a figueira secou.
Os discípulos viram isso, ficaram muito admirados e disseram: —Como a figueira secou depressa!
Então Jesus disse: —Eu afirmo a vocês que isto é verdade: se tiverem fé e não duvidarem, vocês poderão fazer a mesma coisa que eu fiz com esta figueira. E não somente isso, mas vocês poderão dizer a este monte: “Levante-se e jogue-se no mar”, e isso acontecerá.

Se crerem, receberão tudo o que pedirem em oração.

Nesta passagem Jesus nos fala duas coisas importantes:


1- Espiritualmente falando, cada um de nós, somos como uma planta, que na hora certa Jesus virá buscar e colher os frutos;

2- Tudo que pedirem em oração receberão .

Nós como povo de Deus, temos que dar frutos.

(Liturgia Marcos 11:12-14 Versão NTLH) Jesus disse ainda: —Aprendam a lição que a figueira ensina. Quando os seus ramos ficam verdes, e as folhas começam a brotar, vocês sabem que está chegando o verão.
Assim também, quando virem acontecer essas coisas, fiquem sabendo que o tempo está perto, pronto para começar.

Jesus fala, que ainda há tempo de dar frutos!

As pessoas ao seu redor precisam ver os seus frutos, no dia a dia, no seu trabalho, na sua família, na sua vida.

É através do seu exemplo de vida que você consegue evangelizar alguém.

(Liturgia Lucas 13:6-9 Versão NTLH) Então Jesus contou esta parábola: —Certo homem tinha uma figueira na sua plantação de uvas. E, quando foi procurar figos, não encontrou nenhum.
Aí disse ao homem que tomava conta da plantação: “Olhe! Já faz três anos seguidos que venho buscar figos nesta figueira e não encontro nenhum. Corte esta figueira! Por que deixá-la continuar tirando a força da terra sem produzir nada? ”
Mas o empregado respondeu: “Patrão, deixe a figueira ficar mais este ano. Eu vou afofar a terra em volta dela e pôr bastante adubo.

Se no ano que vem ela der figos, muito bem. Se não der, então mande cortá-la. ”

(Liturgia Mateus 3:10 Versão NTLH) O machado já está pronto para cortar as árvores pela raiz. Toda árvore que não dá frutas boas será cortada e jogada no fogo.

Assim como a passagem acima, o machado já está pronto para cortar a árvore.

Analisando de forma espiritualizada, aqueles que vão à igreja se alimentam da palavra, se enchem cada vez mais, mas não passam adiante.

Jesus quer que todo o mundo conheça o evangelho, mas isso, só vai acontecer, se as pessoas fizerem a sua parte, evangelizando aqueles que necessitam, passarem adiante tudo aquilo que têm aprendido e vivido na palavra do Senhor.

(Liturgia João 15:4 Versão NTLH) Continuem unidos comigo, e eu continuarei unido com vocês. Pois, assim como o ramo só dá uvas quando está unido com a planta, assim também vocês só podem dar fruto se ficarem unidos comigo.

Para você dar frutos, é necessario ter comunhão com o Senhor, ou seja, indo à casa de Deus, pois lá você se alimenta da palavra, fica preparado para sempre ter o que dizer àquele que precisa de uma palavra, um conselho, uma oração, enfim, isso se chama evangelizar, passar adiante tudo o que sabe.

Faça algo por aqueles que precisam de uma palavra.

Dê frutos!

Ouça nosso PodCast em mp3 conferindo a pregação.




Confira as fotos:


Grupo de Louvor da CAAPE


Igreja em Oração

Testemunho & Benção

A Cooperadora Neusa Lima, contou com alegria no coração e agradecida ao Senhor.
Deus deu dois livramento para sua filha, que foi fazer exames de rotina e suspeitaram de câncer, e Deus com sua infinita bondade a livrou dessa enfermidade e também a filha precisava passar por uma cirurgia e Deus também deu o livramento e não vai ser necessário faze-la.
Glória a Deus!




Fotos: Débora Regina R. de Jesus

quinta-feira, 1 de março de 2012

Estudo Bíblico (EBQ) Apóstolo Mateus

Ontem, quarta-feira, 29/02/2012, tivemos mais um Estudo Bíblico abençoado e contamos com a participação do cantor Paulo Alves.
A Pra. Suze Cristina abriu a reunião com a liturgia I João 5:1-5, em seguida fez uma linda oração.
Logo após o Cooperador João Lima trouxe o Estudo sobre o Apóstolo Mateus.


(Liturgia Lucas 5: 27-31 Versão NTLH) Depois disso Jesus saiu e viu um cobrador de impostos, chamado Levi, sentado no lugar onde os impostos eram pagos.
Jesus lhe disse: —Venha comigo.
Levi se levantou, deixou tudo e seguiu Jesus.
Então Levi fez para Jesus uma grande festa na sua casa. Havia ali muitos cobradores de impostos, e outras pessoas estavam sentadas com eles.
Os fariseus e os mestres da Lei, que eram do partido dos fariseus, ficaram zangados com os discípulos de Jesus e perguntaram: —Por que vocês comem e bebem com os cobradores de impostos e com outras pessoas de má fama?
Jesus respondeu: —Os que têm saúde não precisam de médico, mas sim os doentes.


Um dos doze apóstolo de Cristo e escritor do primeiro dostrês evangelhos sinóticos, que tem sido o mais utilizado pela igreja. Emhebraico o mesmo que Matias ou Matatias, significando presente (mathath) deJavé (Iah) ou dom de Deus, de acordo com o seu próprio Evangelho, seu nomeoriginal era Levi, filho de Alfeu, e foi chamado por Jesus junto ao mar daGaliléia, em Cafarnaum, quando trabalhava como publicano a serviço de HerodesAntipas.
Era fariseu e publicano, ou seja, cobrador de impostos, justamente aclasse muito odiada na época de Jesus, por cobrarem encargos dos judeus paraserem entregues às autoridades romanas. A sua presença no grupo de apóstolos indicava que Jesus buscava salvaçãode todos, independente de origem, trajetória, família etc. E ele aproveitou aoportunidade e transformou-se em um discípulo fiel, preocupado em demonstrar osjudeus que seu Mestre, descendente da tribo de Davi, era o Messias esperado.
Apesar de sua profissão anterior de coletor de impostos, foi Judas Iscariotes,porém, que teve o encargo de caixa da pequena comunidade apostólica. Embora consteda relação dos apóstolos, geralmente ao lado de Tomé, o Novo Testamento ofereceinformação escassa e incerta sobre ele.
Da sua atividade após o Pentecostes,conhece-se somente as admiráveis páginas do seu evangelho, primitivamenteredigido em aramaico. Denominado de primeiro evangelho, nele há mais ênfase aoaspecto humano e genealógico de Jesus.
Acredita-se também que ele tenha morrido uma morte natural,na Etiópia ou na Macedônia. Porém, tanto na Igreja Católica quanto na Ortodoxasustentam a crença tradicional de que ele tenha morrido mártir (do grego, “testemunha”)é uma pessoa que morre por sua fé religiosa.

OBS.: Os outros evangelhos sinóticos são os de Marcos e o deLucas. Os três Evangelhos são assim chamados porque permitem uma vista deconjunto, dada a semelhança de suas versões e apresentam Jesus como umapersonagem humana destacando-se dos comuns pelas suas ações milagrosas.
OQuarto Evangelho, o de João, , o de João, descreve um Jesus como um Messias comum carácter divino, que traz a redenção absoluta ao mundo, relatando a históriade Jesus de um modo substancialmente diferente, pelo que não se enquadra nossinópticos. Em bom português sinóptico vem do grego synoptikós, que significade um só golpe de vista entender várias coisas. Relativo a sinopse; que temforma de sinopse; resumido.

Ouça nosso PodCast em mp3:





Confira as fotos:





Cantor Paulo Alves


Grupo de Louvor da CAAPE



Fotos Diaconisa Débora Regina R. de Jesus

Postagens + Populares